Exames Laboratoriais


histopatologia

Exames laboratoriais são importantes para o diagnóstico de diversas doenças, muitas vezes usados para complementar um exame clínico detalhado e assim, confirmando hipóteses diagnósticas sobre o que acomete os animais.

Quando se trata de nódulos, mesmo que pequenos, os exames são ainda mais importantes para a diferenciação entre neoplasias malignas, benignas e processos não neoplásicos (inflamações ou infecções).


O que é neoplasia?

Trata-se de um aumento de volume causado por uma proliferação desordenada de células. Isso pode ocorrer em qualquer órgão e, por isso, é importante que o animal seja examinado pelo médico veterinário e a neoplasia averiguada.


Quais são as neoplasias mais comuns?

Os tumores de pele, sejam malignos ou benignos, são as neoplasias mais comuns em cães e gatos, podendo corresponder a 60% dos casos.

A neoplasia mamária é considerada a segunda neoplasia mais comum em animais domésticos, especialmente em cadelas, podendo representar até 70% dos tumores.



Exames mais utilizados para a identificação
de neoplasias


Histopatologia


Resultado em 7 dias úteis

No exame histopatológico, o paciente é sedado ou anestesiado para que possa ser realizada a retirada de um fragmento de tecido (biopsia), podendo ser a lesão por inteiro ou parte dela.

O tecido é fixado em formol a 10% e então passa por procedimentos preparatórios antes de ser submetido à análise em microscópio, a partir da confecção de uma lâmina. Essa análise fornecerá informações importantes para a confirmação de um diagnóstico ou hipótese diagnóstica.


Indicações:
 Obtenção de informações mais precisas e amplas sobre o tipo de neoplasia
 Classificação da neoplasia com possibilidade de graduação
 Informações sobre prognóstico
 Indicações para o tratamento
 Possibilidade de avaliação de margem cirúrgica
 Avaliação de metástases

O exame histopatológico com a análise de margem cirúrgica avalia as bordas laterais e profunda da neoplasia para a verificação da presença ou ausência de células neoplásicas nestas regiões. Clinicamente a análise se reflete na possibilidade ou não de recidiva local da neoplasia.

Outra indicação da biopsia é a avaliação de alterações dermatológicas, presença de agentes infecciosos na pele, diagnóstico de doenças autoimunes, alérgicas, endócrinas, entre outras.


histopatologia

Citopatologia


Resultado em 2 dias úteis

Este exame é realizado a partir da punção de um aumento de volume no paciente por uma agulha fina com ou sem aspiração, ou ainda por raspado (escarificação) ou por escovado da lesão. Na coleta por aspiração uma seringa é acoplada à agulha para se conseguir uma amostra.

Utilizada em nódulos cutâneos e subcutâneos, aumento de volume de linfonodos, lesões ósseas, massas em órgãos internos e lesões em ouvido externo, regiões ocular ou genital e cavidade nasal. Dependendo da localização da lesão o exame de ultrassom pode auxiliar no momento da punção.

Esta técnica é indolor, rápida, simples e de baixo custo, realizada no próprio consultório.


Indicações:
 Diferenciação entre processos inflamatórios, hiperplásicos e neoplásicos
 Identificação de locais de metástases e recidiva local de lesões
 Avaliação da resposta à quimioterapia
 Indicações para o tratamento
 Identificação de agentes infecciosos (por exemplo: esporotricose, leishmaniose, criptococose, micobacteriose)


Mielograma


Resultado em 5 dias úteis

Este exame é utilizado para avaliar as células produzidas na medula óssea. Sempre com o paciente sedado, é realizada uma punção óssea no osso esterno ou úmero com uma agulha de maior calibre para a coleta de amostra.

É necessário a realização de um hemograma no dia da coleta para avaliação em conjunto dos dados.


Indicações:
 Quando detectadas alterações persistentes em sangue periférico (hemograma) não justificadas. Elas podem ser tanto o aumento quanto a diminuição de uma contagem celular
 Presença de células no sangue periférico com morfologia anormal
 Estadiamento de processos neoplásicos (linfoma ou mastocitoma), ou ainda
 Suspeita de mieloma múltiplo ou leishmaniose

Mielograma

Análise de Efusões


Resultado em 2 dias úteis

É a coleta e análise de líquidos acumulados em cavidade abdominal, torácica ou pericárdica (que envolve o coração). No próprio consultório é feita a retirada de uma pequena amostra, com o procedimento podendo ser auxiliado por ultrassom. O paciente não precisa estar anestesiado. A amostra pode ser refrigerada e enviada ao laboratório em 2 tubos.
Este é um exame rápido e de baixo custo.

A análise busca identificar as possíveis causas do acúmulo anormal desse líquido, em conjunto com as alterações clínicas, que podem estar relacionadas a:


Indicações:
 Lesões traumáticas;
 Neoplasias;
 Doenças infecciosas, metabólicas ou inflamatórias

Efusões
Resultados Online